Home Como Funciona Por que funciona? Monitoramento de Filhos Monitoramento em Empresas Namoro Virtual Reportagens Traição Virtual Contato
Como Funciona
Preços
Monitoramento de Filhos
Monitoramento em Empresas
Namoro Virtual
Reportagens
Traição Virtual

       rastreador

       rastreamento

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player


Namoro Virtual


Se você tem um relacionamento virtual e ainda não verificou a veracidade do que a pessoa lhe conta pela internet, temos como lhe ajudar a descobrir tudo sobre esta pessoa. Imagine você poder saber tudo sobre esta pessoa, sem ter que sair do seu lugar. Sem ter que contratar detetives, realizar campanas, localizações entre outros. Realizamos também uma localização aproximada ou exata através do IP (internet protocol) do computador da pessoa.

A partir daí você poderá definir o que é verdade e o que é ficção. Relacionamentos virtuais nem sempre acabam bem. Abaixo existe algumas reportagens sobre pessoas que encontraram a morte através da internet. Além disto, sempre há envolvimento emocional com a pessoa mentirosa. Portanto, não deixe de se preocupar com a sua segurança.

Veja também TRAIÇÃO VIRTUAL

PEÇA UM ORÇAMENTO


Mais uma morte envolvendo internautas

15/03/2007
A taquígrafa Maria Aparecida Lima da Silva, 38, morreu em Brasília após tomar veneno de rato. Segundo a Polícia Civil, ela havia firmado um pacto de morte com seu amante, Kléber Ferreira Gusmão Ferraz, que não cumpriu sua parte no acordo e acabou preso. O caso aconteceu no último dia 5, mas só foi divulgado ontem.
. . . . . . . . . . . . . .
Silva e Ferraz haviam se conhecido no início de 2006 no site de relacionamentos Orkut e iniciaram o namoro. Segundo a Polícia Civil do Distrito Federal, Ferraz era casado e dizia para a amante ser judeu e agente secreto a serviço do governo de Israel, para não ter que revelar detalhes de sua vida. Ele acabou preso por induzir a taquígrafa ao suicídio.

No último dia 5, depois que o duplo suicídio estava acertado, o casal alugou um quarto no hotel Bay Park, mas apenas Silva tomou o veneno. Quando ela foi encontrada morta, Ferraz não estava mais no hotel, mas acabou preso no mesmo dia.

Durante o tempo em que permaneceram juntos, Silva pagou várias despesas de Ferraz, inclusive de sua mulher e seus filhos. Segundo a polícia, ela havia comprado um carro para ele.Antes de se matar, a taquígrafa havia descoberto que Ferraz era casado, mas mesmo assim manteve o relacionamento. De acordo com a Polícia Civil, a família dela também já havia tentado, sem sucesso, fazê-la desistir do relacionamento.

Rio Grande do Norte

Em fevereiro, a corretora de imóveis Célia Carvalho Damasceno, 43, também foi vítima de pessoas que que havia conhecido pelo Orkut. Ela morreu a pauladas e foi enterrada no quintal de uma casa na praia de Genipabu (RN) onde havia se encontrado com um adolescente de 17 anos.

Segundo a Polícia Civil, o adolescente, seu primo de 18 anos e a namorada, de 16 anos, confessaram participação no crime. O primeiro encontro de Célia com o adolescente, após o contato pela internet, foi em um motel, no último dia 21.

Dias depois, eles se encontraram em uma casa. Depois de todos consumirem uísque e cachaça, os três obrigaram a mulher a fornecer sua senha bancária. Amordaçaram e amarraram pés e mãos dela. Mataram a corretora com um cabo de enxada e enterraram o corpo no quintal da casa.

Rio Grande do Sul

Em novembro do ano passado, uma adolescente de 13 anos e seu professor de piano, Marcos Maronez Júnior, 31, foram encontrados baleados em um motel de Porto Alegre. Cada um estava com uma arma na mão. Eles morreram no hospital.

Após as investigações, a polícia concluiu que o caso foi duplo suicídio e que os dois mantinham um namoro.

Fonte: Folha Online

Home Como Funciona Por que funciona? Monitoramento de Filhos Monitoramento em Empresas Namoro Virtual Reportagens Traição Virtual Contato
 

. . . . . . . . . . . . . . . .